TGL Contábil

Perguntas Frequentes

Aqui você esclarece as dúvidas mais comuns no mundo contábil

Posso fazer minha declaração de imposto de renda depois do prazo?

Sim, as pessoas físicas que são obrigadas a apresentar a declaração e que o fizerem após 30 de abril de 2013 deverão pagar uma multa pelo atraso na entrega. Não há cobrança de multa no caso de não obrigatoriedade de apresentação.

O que devo levar ao escritório para o registro de um funcionário?

Carteira de Trabalho, cópia da carteira de identidade, cópia do CPF, cópia do Título Eleitoral, 01 fotografia 3x4, atestado médico admissional, certidão de nascimento dos filhos, cartão de vacinação para filhos até 6 anos e a partir dos 7 anos comprovação semestral de frequência escolar.

Por quanto tempo devo guardar as notas e livros fiscais?

Notas fiscais devem ser guardadas no mínimo por 5 anos, já os livros de escrituração fiscal devem ser guardados por 10 anos.

Como cancelar uma nota fiscal?

Notas fiscais manuais – para ocorrer o cancelamento todas as vias devem permanecer grampeadas no bloco. Para nota fiscal eletrônica – deve estar no prazo máximo estipulado que é de 7 dias, e o cancelamento é feito através do próprio programa emissor. Sendo que para o cancelamento de ambas ainda não pode ter ocorrido a saída da mercadoria.

Quais os documentos necessários para enviar todo mês ao escritório?

Extratos bancários de contas correntes (mensal); Despesas de água, luz, telefone, aluguel entre outros; Contratos de empréstimos (sempre que houver); Extratos periódicos dos empréstimos (a cada 3 meses); Contratos de financiamentos; Extratos de aplicações financeiras (mensal); Consórcios; Apólices de Seguros; Guias pagas (de todos os setores, fiscal, contábil e trabalhista); Outras despesas: luz, água, telefone, internet; Despesas com veículos e manutenção.

Existe tributação na distribuição de lucros?

Os lucros apurados a partir de 01/01/1996, pagos ou creditados por pessoas jurídicas com base no lucro real, presumido ou arbitrado, não estão sujeitos à incidência do Imposto de Renda na Fonte. (Art. 654 do RIR/99). É necessário cuidado especial para que a distribuição dos lucros se limite tão somente ao lucro efetivamente acumulado, todo excedente está sujeito a tributação com base na Tabela Progressiva, a título de pró-labore.